Responsive Slider

Tipos de Feridas


Feridas Agudas


Feridas acidentais, agudas ou traumáticas

No trauma, a lesão ocorre de maneira imprevista, sendo provocada por objetos cortantes, contundentes, perfurantes ou lacerantes, inoculação de venenos, mordeduras, queimaduras, dentre outros, podendo gerar alguns dos seguintes tipos de feridas:

- Amputação e avulsão – lesões abertas bruscamente por instrumento cortante potencialmente dotado de energia cinética, com descolamento de pele, perda do revestimento cutâneo e/ou rompimento total dos tecidos. Requerem procedimentos de emergência, pois podem representar risco de morte para a vítima, devido à grande hemorragia. Nas amputações, o coto residual da extremidade amputada e a cessação da hemorragia são as prioridades do atendimento.

- Ferimentos corto-contusos - lesões causadas por objetos contundentes e cortantes que causam feridas superficiais ou profundas, irregulares e retraídas, com bordos traumatizados. Apresentam sangramento variável.

- Escoriações - lesões restritas à epiderme ou às mucosas; nelas ocorrem rompimento e erosão da superfície e algumas apresentam sangramento discreto, sendo acompanhadas de dor local intensa, devido à agressão das terminações nervosas. Geralmente são causadas por um forte atrito entre a pele e uma superfície áspera.

- Emagamentos - lesões traumáticas, com grande destruição de tecidos e demais estruturas. Não chegam a romper totalmente um segmento corporal, como nas amputações, porém o segmento pode ficar afuncional e com grandes deformidades. São causadas por desastres, acidentes e colisões ou por aplicação de energia e força de grande intensidade sobre os tecidos.

- Incisões - lesões que se apresentam com bordos regulares e pouco traumatizados e predominância do comprimento em relação à largura, produzidas por objeto cortante, linear e afiado (arma branca, bisturi).

- Lacerações - lesões teciduais geralmente intensas, de bordos irregulares e denteados, afetando músculos e tendões profundamente, com potencial para hemorragias ou infecções.

- Lesões perfurantes – são denominadas de perfurocortantes quando causadas por objetos pontiagudos, como agulhas, pregos, estiletes, garfos, facas, tesouras e outros objetos capazes de penetrar e atravessar tecidos, órgãos ou cavidades. As decorrentes de armas de fogo produzem perfuração puntiforme na pele e nos tecidos subjacentes, sendo denominadas de perfurocontusas.