Responsive Slider

Tratamento de Feridas


A nutrição na cicatrização


O paciente saudável, bem nutrido e hidratado favorece uma cicatrização saudável e rápida. O aspecto nutricional é de suma importância. O paciente desnutrido tem retardo no processo de cicatrização além de predisposição às infecções prejudicando sensivelmente a recuperação geral do paciente e em particular, da ferida. Este fator aumenta o tempo de internação, custo geral da mesma e comumente quando da alta hospitalar ainda desnutrido e sem orientação para tal, seja para ambulatório ou em cuidado domiciliar. Segue-se exemplos da importância e participação de cada nutriente no processo de cicatrização:

Proteínas: fibroplasia, formação de colágeno, remodelamento da ferida, manutenção da integridade no sistema imune;

Carboidratos: suprimento de energia e economia proteica;

Gorduras: estrutura das paredes celulares, vitaminas lipossolúveis;

Vitamina A: epitelização, fechamento das feridas, resposta inflamatória;

Complexo B: síntese de gorduras, carboidratos e proteínas;

Vitamina C: síntese de colágeno, integridade das paredes capilares, função imune;

Vitamina D: metabolismo de cálcio;

Vitamina E: antioxidante;

Vitamina K: coagulação;

Cobre: síntese de colágeno;

Ferro: formação de colágeno;

Magnésio: síntese proteica;

Zinco: formação de colágeno e síntese proteica.



Veja mais:


Avaliação Geral das Feridas
       - Odor
       - Cor da Ferida
       - Secreção
       - Extensão
A nutrição na cicatrização
Fatores interferentes na cicatrização, prejudicando-a
Tipos de Curativos