Responsive Slider

Cuidados essenciais para uma boa cicatrização


O que são feridas agudas?

Feridas agudas são formadas a partir de cirurgias ou traumas e são aquelas que cicatrizam no tempo adequado, sem complicações.


O que são feridas crônicas?

São as que não cicatrizam no tempo esperado, podendo levar meses a anos para cicatrizar.


O que fazer no momento em que ocorre uma lesão na pele?

Lavar bem com água limpa, comprimir com gaze ou um pano limpo para estancar o sangramento, verificar a extensão e a profundidade. Avaliar se há necessidade de dirigir-se ao pronto-socorro.

Em caso de mordedura de animais, é importante a identificação (aranha, escorpião, cobra) e, em caso de animal doméstico, se a vacinação está em dia. Procurar um serviço de saúde. Queimaduras: colocar a parte queimada debaixo da água corrente fria, com jato suave, por aproximadamente dez minutos. Proteger a área queimada e não tirar corpos estranhos do local. Procurar cuidados médicos imediatamente quando a área queimada for extensa e se foi causada por substâncias químicas ou eletricidade.


Quais são os cuidados com a ferida e como deve ser feita a higiene?

Feridas cirúrgicas: são feridas limpas, com as bordas aproximadas por pontos. Alguns cirurgiões orientam deixá-las descobertas e outros preferem mantê-las cobertas até a retirada dos pontos.

Tanto as feridas agudas quanto as crônicas devem ser limpas com soro em jato, o que pode ser conseguido fazendo um pequeno orifício no frasco e apertando-o para que o jato atinja a ferida, sem esfregar para não prejudicar o tecido vivo que está no leito da lesão. Com frequência, as feridas crônicas apresentam tecido morto, de cor branca, amarela, cinza, marrom ou preta, chamado tecido desvitalizado (sem vida) e que deve ser retirado, quando necessário, por profissional capacitado. Depois da limpeza, deverá ser aplicada sobre a ferida a cobertura indicada pelo médico ou pela enfermeira especialista. Quando a cobertura for um gel ou pomada, é importante usar por cima (cobertura secundária) uma compressa não aderente que facilitará a futura troca e não absorverá o produto, permitindo que este seja totalmente aproveitado. As feridas devem ser mantidas cobertas para protegê-las de insetos e do ressecamento.


Os cuidados nutricionais são importantes?

A cicatrização é um processo complexo que exige a participação de diversos nutrientes, portanto é importante que o estado nutricional e a necessidade de suplementação sejam avaliados.


Existem fatores que podem retardar ou impedir a cicatrização de uma ferida?

Sim, há vários fatores, como estado nutricional, hipertensão, diabetes descontrolado, cigarro, problemas circulatórios, inchaço, infecção, quimioterapia, radioterapia, idade avançada, entre outros.



Suely Thuler
Enfermeira estomaterapeuta (TiSOBEST)
Pós-graduada em Podiatria Clínica pela Universidade Federal de São Paulo
Membro titulado da SOBEST- Associação Brasileira de Estomaterapia: estomias, feridas e incontinências
Membro do WCET - World Council of Enterostomal Therapists
Presidente da SOBEST, gestões 2009/2011 e 2012/2014
COREN-SP 29.663